PREVISÃO DO TEMPO

 

Caixa paga abono para nascidos em novembro a partir desta sexta (17)

Os valores variam de R$ 79 a R$ 937, e ficam disponíveis para os inscritos há pelo menos cinco anos no PIS e que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.
 
No total, os recursos liberados chegam a mais de R$ 1,2 bilhão para 1.778.726 pessoas.
 
Para obter informações sobre o valor a receber, o trabalhador pode acessar o site da Caixa ou ligar para o telefone 0800 726 0207.
 
O trabalhador com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, um ponto de atendimento Caixa Aqui ou aos terminais de autoatendimento do banco.
 
Quem não possui o cartão e não recebeu automaticamente em conta, o abono pode ser retirado em qualquer agência da Caixa apresentando o documento de identificação.
 

Novembro terá taxa mais alta nas contas de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou que a bandeira tarifária de novembro também é a vermelha patamar 2, e que o valor cobrado nas contas de luz vai vir reajustado para R$ 5 a cada 100 kWh de energia consumidos.
 
A bandeira vermelha patamar 2 já vigorou durante o mês de outubro, mas com valor menor, de R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.
 
O aumento, de 42,8%, foi aprovado na última semana pela Aneel.
 
A justificativa para o reajuste é que a falta de chuvas e a situação delicada dos reservatórios exige o uso maior de energia das termelétricas, mas o fundo formado pelos recursos das bandeiras tarifárias era sendo suficiente para cobrir o custo extra do setor.
 
A cor verde indica que o custo é baixo.
 
A amarela, que ele subiu um pouco. A vermelha, patamar 1, que está alto.
 
E a vermelha, patamar 2, que está muito alto.
 
Apesar dos novos valores já vigorarem em novembro, a proposta ainda passa por audiência pública e pode ser alterada.

Contas de luz terão taxa adicional mais cara em novembro

Os consumidores de Nova Friburgo e região devem sentir os efeitos da decisão, tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica, já no próximo mês.
 
O adicional cobrado nas contas de luz dos brasileiros, quando for acionada a bandeira tarifária vermelha nível 2, como acontece neste mês, passa a ser de 5 reais a cada 100 kilowatts-hora consumidos.
 
O valor atual é de 3,50 reais, mas a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu aumentar o valor em 40%.
 
A alta faz parte de um conjunto de alterações nas regras das bandeiras tarifárias proposto pela Aneel, em reunião nesta terça-feira.
 
A proposta foi colocada em audiência publica, mas entra em vigor já no mês de novembro, em regime excepcional.
 
A agência justifica dizendo que busca adequar a bandeira tarifária às necessidades para poupar água dos reservatórios de hidrelétricas, e garantir recursos para cobrir custos das termelétricas, acionadas em períodos de seca.
 
E essa medida já deve impactar os consumidores nas contas de novembro, uma vez que a previsão é de que o próximo mês continue com bandeira tarifária vermelha nível 2, a mais cara possível no sistema. 
 

Agendamentos sem o IPVA quitado já podem ser feito no site do Detran

A partir desta terça-feira, 23, o cidadão pode marcar a vistoria de veículos no site do Detran sem a necessidade de pagamento do Imposto sobre Propriedade sob Veículos Automotivos (IPVA).
 
Independente da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) estar trabalhando com o banco arrecadador, Bradesco, para encontrar uma solução, o Detran-RJ adaptou o sistema para cumprir a Lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.
 
No caso do Licenciamento anual sem vistoria, o cidadão deverá pagar os Dudas, correspondentes a cada ano de exercício em débito no valor de R$ 54,13. Também é preciso pagar o seguro DPVAT.
 
Após quitar as taxas, é possível fazer o agendamento do serviço no site do Detran.
 
Depois da vistoria, o cidadão recebe o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) legalizando o veículo, com a observação da pendência de pagamento do IPVA.

Abono Salarial começa a ser pago para nascidos em outubro

Junto com a primeira rodada de liberação do PIS/Pasep, para os cotistas com mais de 70 anos de idade, o governo federal libera nesta quinta-feira (19) o quarto lote do abono salarial.
 
São beneficiados a partir desta quinta os trabalhadores do setor privado nascidos em outubro e os trabalhadores do setor público com final de inscrição “3” no Pasep.
 
Possui direito ao abono salarial ano-base 2016 trabalhadores inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, que trabalharam formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos, e que tiveram seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
 
O calendário de saques do abono salarial de 2017 começou no mês de julho.
 
Quem nasceu entre julho e dezembro recebe o benefício ainda em 2017.
 
Os nascidos entre janeiro a junho vão receber nos três primeiros meses de 2018.
 
O valor do benefício depende de quanto a pessoa trabalhou em 2016.

Michel Teló - Chocolate quente

João Bosco e Vinícius - Deixa a gente quieto

Melanina Carioca Part. Matheus e Kauan - Vai que cola

Thiaguinho - Vamo que vamo

Maria Cecília e Rodolfo - Depois da briga

Nando Reis - Sei

Maiara e Maraísa - Medo bobo

Wesley Safadão Part. Ivete Sangalo - Parece que o vento

Zé Neto e Cristiano - Sonha comigo

Exaltasamba - O mundo tá girando